Pesquisar

07/11/2011

Crônica - O fim do mundo seria hoje?

            

                               O fim do mundo seria hoje?
Ele lia o jornal como em qualquer outra manhã de domingo, sua esposa dormia. Ao acabar de ler uma noticia sobre um acidente, ele virou a página e se deparou com uma grande reportagem sobre o fim do mundo. "Deve ser apenas mais uma previsão falsa" pensou ele, mas mesmo assim leu a reportagem. À medida que lia, sentia-se mais convencido que o mundo acabaria naquela noite. Ao final, estava completamente convencido das palavras do jornal. Ele estava disposto a viver aquele dia da maneira que sempre teve vontade de viver, porém, nunca teve coragem necessária. Na verdade, não era preciso coragem, mas se é assim que ele acredita, quem somos nós para discordar?
O homem pegou no ármario a sua melhor roupa e saiu. Estava convencido que tinha apenas algumas horas de vida, não poderia perder nenhum segundo do dia. Foi á floricultura mais próxima - Não era a que vendia as melhores flores, mas era a mais perto de sua casa. - e comprou rosas vermelhas para sua esposa. Em casa, entrgou essas rosas para ela e pediu:
      - Venha comigo.
     - Aonde vamos? - Perguntou ela, assustada com a felicidade do marido.
     - Vamos fazer o que nunca fizemos. - respondeu pegando-a pela mão e guiando-a. Entraram no carro e o marido continuou: - Hoje é o último dia do mundo, e quero fazer tudo que tenho vontade.
     - Mas é só mais uma teória falsa...
       Ele nem ouviu, estava tão feliz e agitado que nada o faria parar. Ele dirigia em alta velocidade, sua esposa, aos poucos, entrava na onda do marido. Ele queria tanta coisa que não sabia por onde começar. Começou, então, realizando seus sonhos de criança. Brincou de bola na rua, tomou sorvete e se sujou todo, roubou bombons da loja de doces. Chegando aos desejos atuais, ele concluiu que apenas gostaria de viver, tudo que desejava já havia sido feito. Conquistou a mulher dos sonhos, trabalhava no emprego que tanto desejava, e não tinha problemas de saúde. Ele apenas desejava aproveitar isso, mas morreria em duas horas. Ele tinha certeza disso. Mas, e se ele tivesse aproveitado sua vida desde quando nasceu, será que teria aproveitado da maneira correta? Porque todos nós temos que esperar algo para agir? porque nós temos vontade e não agimos? Talvez porque precisamos de um impulso para fazermos algo, porque mesmo dizendo que não, esperamos algo acontecer. Podemos estar errados, mas é assim que vivemos há anos e é assim que viveremos. Não tem como mudar.
   Naquela noite, o mundo não acabou. Ele ficou decepcionado, é claro, mas ao mesmo tempo feliz. Ele havia descoberto coisas que nunca descobriria por vontade própria, havia entendido que tinha tudo que sempre desejou. A esposa, o emprego, a saúde. Ele não precisava de mais nada. Não precisamos de mais nada. 

                                                                                   (Yara Lima)
                                           ~ Love Your Life

1 comentários:

Blade - 4E disse...

Ficou lindo minha Kanojo. ^^ nhac' Aishiteru.

8 de novembro de 2011 00:14
 
4Elementos: Um blog pra você que procura música, jogos, animes, filmes e programas, e ainda quer ter respostas para suas perguntas com relação à informática. 4E